“Posso odiar Sócrates, mas tenho de me bater para que ele beneficie do direito de se defender”

by eduardofariacaetano

Quando “aplaudimos uma detenção mediatizada ou vemos uma violação do segredo de Justiça porque está em causa um político de quem não gostamos, estamos a regredir” na defesa dos direitos fundamentais, defendeu a bastonária dos advogados, Elina Fraga, que intervinha, em Coimbra, na conferência “Portugal, a democracia e as (novas) guerras”.

Advertisements